Você está aqui: Home » Portfólio

Portfólio

A Simemp Serviços Técnicos e Obras, em seus mais de 10 anos de existência, acumula uma boa experiência na área da Engenhara Consultiva, consolidando sua atuação em diferentes setores da infraestrutura de transporte, além de ter constituído um excelente corpo técnico que mistura a experiência consagrada de profissionais veteranos a força de trabalho exercida por jovens talentos, conforme demonstrado no portfólio a seguir:

 

      Projetos e Consultorias

 

Infraestrutura Rodoviária

Experiencia com Organismos Internacionais

 

  • Prestação dos serviços de consultoria técnica de gerenciamento do Programa de Restauração e Descentralização de Rodovias Federais, co-financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID (Empréstimo n° 1046-OCBR) e pelo Banco Mundial – BIRD (Empréstimo n° 4188-BR)
    •  Implantação da Gerência de Pavimentos para toda Malha Rodoviária Pavimentada (aproximadamente 60 mil km);
    • Especificação dos Serviços de Campo para composição da Gerência de Pavimentos, contemplando: IRI, LVC, FWD e o Georreferenciamento da Malha Rodoviária Federal pavimentada;
    • Construção de uma Base de Dados Cartográfica Digital para aplicação em Sistema de Informações Geográficas;
    • Monitoramento de Unidade Amostral por critério de convergência, compatibilidade e seleção para Calibração e Aferição do Modelo HDM-4 Vr.2 as Condições das rodovias brasileiras;
    • Estruturação de Banco de Dados baseado em “Open Source” (PostgreSQL);
    • Desenvolvimento do Sistema de Gerência de Pavimentos, compreendendo os seguintes módulos: a) validação dos levantamentos de campo; b) enquadramento e criação de segmentos homogêneos; c) projeção dos defeitos; d) integração com o Modelo HDM-4 para importação e exportação de dados; e) representação geográfica dos trechos rodoviários; f) representação unifilar; g) relatórios representativos dos cenários técnicos e econômicos da rede em estudo.
    • Transferência de Tecnologia compreendendo: a) implantação e operação do Sistema de Gerência de Pavimentos-SGP, abrangendo tratamento de dados de campo, cálculo de índices de condições da malha, configurações dos parâmetros de integração com o Modelo HDM4; b) implantação do Modelo HDM4, abrangendo a configuração de tráfego, fluxo de velocidade e clima, customização dos parâmetros de veículos e das soluções técnicas a serem aplicadas.

 

Anteprojetos, Projeto Básico e Executivo

 

  • Projeto de Engenharia para Reabilitação da Rodovia BR-101/BA
  • Projeto de Engenharia – Eliminação de Segmentos Críticos na Rodovia BR-174/AM
  • Elaboração de Projeto Executivo de Engenharia para Duplicação e Restauração com Melhoramentos da Rodovia BR-101/AL;
  • Projeto Básico e Executivo de Engenharia para Implantação e Pavimentação da Rodovia BR-158/MT
  • Projeto Final de Engenharia, Inclusive Obras de Arte Especiais da Rodovia ES-358, Trecho: Vila Valério – Linhares, com extensão total de 60 km.
  • Projeto de Engenharia de Aumento de Capacidade e Segurança da Chegada da BR-262/ES a Vitória, com 6 km de duplicação e ligação da Ponte do Rio Príncipe.

 

Infraestrutura Ferroviária

 

  1. Trechos Ferroviários do Ramal de Sangão e do Prolongamento do Sub-ramal de Mina União
    • Estudos Topográficos, Geotécnicos e Hidrológicos,Projeto de Terraplenagem, Drenagem e Obras de Arte, Projeto de Via Permanente, Projeto Operacional, Projeto de sinalização e Comunicação, Projeto de Obras Complementares e Desapropriação, Preparação de Edital de Concorrência

Recursos Hídricos

 

  • Projeto Sistema de Abastecimento de Cahora-Bassa, Moçambique, com 25.000 habitantes.
  • Projeto Sistema de Esgotamento Sanitário de Cahora-Bassa, Moçambique, com 25.000 habitantes.
  • Projeto Sistema de Drenagem Urbano de Cahora-Bassa, Moçambique, com 25.000 habitantes.

 

Desenvolvimento de Estudos de Viabilidade Técnico-Econômico e Ambiental

 

  • Estudo de Viabilidade Técnico-Econômico para Implantação das Rodovias: GO-252 – Porto Nacional – BR-153 (65,2
    km), GO-244 – São Miguel do Araguaia – Novo Planalto (80,7 km) e GO-188 – Terezinha – Monte Alegre de Goiás
    (84,0 km), numa extensão de 230 km.
  • Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental – EVTEA, para adequação de capacidade da BR-285/RS

 

      Serviços Técnicos

 

Avaliação Funcional e Operacional

 

  • A realização da avaliação funcional, operacional e registro em vídeo em mais de 70 mil km e avaliação estrutural com uso de FWD em mais de 2 mil km de rodovias federais e estaduais para subsidio ao desenvolvimento de projetos básicos e executivos em obras de conservação e restauração, como os inseridos no programa CREMA/DNIT e projetos básicos e executivos de duplicação e adequação de capacidade para a BR-116/BA e BR-060/GO;
  • A realização da avaliação funcional, operacional, registro em vídeo, cadastro técnico de OAC e OAE, além de passivo ambiental, dispositivos de interferências e ocupações na faixa de domínio em mais de 16 mil km de rodovias para subsidio aos estudos para concessões nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Bahia;
  • Assessoramento aos estudos de recuperação dos pavimentos em 4.300 km de corredores de ônibus, exercidos nas duas etapas (2009 e 2013) do Programa Asfalto Liso desenvolvidos pelo Estado do Rio de Janeiro, o que incluiu a avaliação funcional e registro em vídeo dos pavimentos, cadastro técnico dos dispositivos de drenagens, sinalização e iluminação pública, bem como o desenvolvimento das fichas técnicas indicativas das soluções para intervenção nos pavimentos;
  • Assessoramento aos estudos de recuperação dos pavimentos em 4.300 km de corredores de ônibus, exercidos nas duas etapas (2009 e 2013) do Programa Asfalto Liso desenvolvidos pelo Estado do Rio de Janeiro, o que incluiu a avaliação funcional e registro em vídeo dos pavimentos, cadastro técnico dos dispositivos de drenagens, sinalização e iluminação pública, bem como o desenvolvimento das fichas técnicas indicativas das soluções para intervenção nos pavimentos;
  • Realizados os cadastros e avaliações em 299 obras-de-arte especiais conforme preconiza a Norma DNIT – 010/2004 -PRO, localizadas em diferentes vias, urbanas e rurais. Neste inventário contém ainda registro de imagens (fotos e vídeos), com memória visual das reais condições encontradas, com reprodução da plataforma inferior, apoios, seção de vazão, situação da fundação e demais ocorrências;

 

      Gestão Ambiental

 

Avaliação de Riscos de Acidentes

 

  1. Avaliação de Riscos de Acidentes com Recursos Naturais na faixa de domínio das seguintes rodovias:
    • RO-010/383 (Pimenta Bueno – Rolim de Moura);
    • RO-010 (Rolim de Moura – Nova Brasilândia do Oeste);
    • RO-383 (Santa Luzia do Oeste – Alta Floresta do Oeste);
    • RO-383 (Cacoal – Nova Estrela);
    • RO-479 (BR-364 – Rolim de Moura);
    • RO-470 (Trecho BR-364 (Ouro Preto do Oeste) – Mirante da Serra);
    • RO-010 (Trecho Mirante da Serra – Urupá);
    • Linha 72 (Alvorada do Oeste – Urupá);
    • Linha 141 (Urupá – BR-364 (Ouro Preto do Oeste)).

 

Programas Ambientais

 

  • Implantação de um Programa para Recuperação de Áreas Degradadas por Obras Rodoviárias no Estado do Rio de Janeiro;
  • Elaboração de Estudo e Pesquisa, de Natureza Científica e Tecnológica, visando à Elaboração e Readequação dos Programas Ambientais (PBA), durante a execução das Obras da BR-222/CE. TRECHO: Entroncamento BR-020 (Anel Viário de
    Fortaleza) – Entroncamento CE-422 (Acesso ao Porto de Pecém);
  • Estudo e Pesquisa, de Natureza Científica e Tecnológica, visando à Execução dos Programas de Salvamento Arqueológico, Patrimonial e Levantamentos Florestais para obtenção das Autorizações Supressão de Vegetação (ASV)
  • Avaliação Ambiental do Programa de Integração do Corredores Rodoviários do Estado da Bahia.
  • Estudos Ambientais Complementares para o Licenciamento Ambiental da Ferrovia Norte – Sul

Faça download do nosso PDF completo no link abaixo.